A SÓS COM DEUS

"Antecipo-me à alva da manhã e clamo; aguardo com esperança as tuas palavras." Salmos 119.147

Isaías 9:6 - Mensagem de Natal - Um Presente para Jesus

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 00:36

Uma das minhas favoritas canções de Natal é “O Menininho do Tambor” que fala de um pobre menino que oferece ao bebê Jesus o som do seu tambor. Além da beleza musical, eu aprecio muito a intenção da compositora ao demonstrar com a atitude do pequeno tocador de tambor que o oferecer é um sentimento nobre e vai além, muito além, de atribuir valor monetário a tudo nesse mundo.

Talvez eu me identifique com o menino do tambor, porque também fui uma criança pobre, mas, graças ao Senhor, desde cedo compreendi que eu podia alegrar minha mãe, meu pai, meus irmãos, minha tia com o que eu tinha em mãos. Naquela época da inocência eu tinha lápis de cor e papel, nem sempre branco, muitas vezes papel de pão, e neles eu desenhava meus presentes, demonstrando todo meu amor e carinho. Ainda encontro nos guardados de minha mãe, que já está com o Senhor, meus “rabiscos” presentes, o que demonstra que ela os apreciou.

O Natal seria uma ocasião muito mais feliz se as pessoas aprendessem que dinheiro não é necessário para se fazer presente na vida do próximo. Acredite, nós seres humanos, no fundo no fundo, estamos além dessas expectativas materiais para nos sentirmos felizes. Nós precisamos mesmo é nos sentir amados, através de um beijo, um abraço caloroso, um compartilhar, uma ligação telefônica, uma tarde juntos, um email personalizado. O que não deveria surpreender ninguém, porque em amor fomos formados e por amor foi nos dada a oportunidade de sermos salvos, exatamente através do nascimento de Jesus Cristo.

Portanto, o Natal em si, já é o maior presente que alguém poderia oferecer a todos nós, ou seja, “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16. E se há algo que podemos e devemos dar em troca, Deus só deseja uma única e preciosa coisa: O nosso coração! 

Não devemos, pois, nos entristecer porque nossa conta bancária não nos permite alimentar essa boca insaciável do sistema financeiro desse mundo. Devemos, antes, nos colocar diante de Deus e oferecer o que Ele mais deseja: “Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos.” Provérbios 23:26

Nessa data, queridos amigos, ofereçamos ao Senhor nossos corações. Aqueles que nunca confessaram Jesus como único Salvador e Senhor de suas vidas, com genuíno arrependimento pelos pecados, façam enquanto há tempo, enquanto a luz do Verdadeiro Natal está brilhando, mostrando o Caminho a ser seguido. 

Aqueles outros que já tiveram esse encontro com o Senhor, também é tempo para abrir todas as portas do coração para que o Espírito Santo esquadrinhe, faça uma limpeza, como diz o salmista: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” Salmos 139:23-24

Não há melhor maneira de ter um Natal Feliz do que essa! 

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração como presente nesse Natal!

The Little Drummer Boy - O Menininho do Tambor

video





Vinde todos, param pam pam pam

O vosso Rei nasceu, param pam pam pam

Para o Deus Menino, param pam pam pam

Levemos o melhor, param pam pam pam

pam ram pam pam pam
Vinde e adorai, param pam pam pam
O Redentor

Meu Jesus, param pam pam pam
Sou pobre como Tu, param pam pam pam
Nada tenho p’ra dar, param pam pam pam
Além de muito amor, param pam pam pam
pam ram pam pam pam
Tocarei p’ra Ti, param pam pam pam
O meu tambor

E Maria, param pam pam pam
Com doce olhar escutou, param pam pam pam
O som do meu tambor, param pam pam pam
E nada mais se ouviu, param pam pam pam
pam ram pam pam pam
E o Menino, param pam pam pam
P’ra mim sorriu

Romanos 12.2 - Transformai-vos

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 18:32


Certa manhã, com os termômetros já abaixo de zero, me aproximei de uma das janelas da cozinha com minha xícara de café na mão, para observar a beleza da neve caindo suavemente sobre as folhas das árvores. De repente, no meio de todo aquele branco, um ponto escuro... O que poderia ser aquele ponto escuro na minha vidraça tão limpa? Uma mosca? Não pode ser! Mas era. De alguma maneira, ela ficou presa entre os dois vidros e foi congelada. 

Não foi fácil passar os 7 meses de inverno com aquele ser asqueroso ali, dia após dia, com as asas abertas e "olhando" para mim. Mas, prometi a mim mesma que remover aquela mosca seria uma das primeiras coisas a fazer assim que as condições climáticas permitissem.

Pois bem, a primavera chegou e de alguma maneira eu me esqueci da mosca ali na vidraça. Após alguns dias, percebi que ela ainda estava lá, só que dessa vez não senti a repulsa da primeira vez ou ainda o inconforto das primeiras semanas. Infelizmente, eu tinha me acostumado ao nojento e horroroso cadáver. Olhei para ela e pensei: “Agora já não faz diferença... “ Foi nesse instante que me veio à mente o versículo: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

Por alguns minutos comecei a meditar nessas palavras e pensei em como todo o processo de nos conformar, ou seja, tomar a forma, nos indentificar, parecer com as coisas do mundo começa. No início, temos aquele vontade de repelir, mas devido as circunstâncias (e outras desculpas), acabamos por aceitá-las, deixar que permaneçam, e, no fim, não ligamos mais. 

Na verdade, vamos ficando parecidos com essas coisas, e elas não nos aborrecem mais, porque tomamos a forma delas, somos iguais, estamos vestindo a mesma cor de camisa, e não existe diferencial. E assim, já não nos aborrecem determinado comportamento, forma de agir nos negócios, os vários tipos de relacionamentos, as práticas ilícitas, a falta de caráter, o linguajar de baixo calão das pessoas que estão longe de Deus e das regras de conduta encontradas na Sua Palavra. E a situação vai piorando à medida que o tempo passa e não tomamos uma atitude. Ou seja, não tomamos A ATITUDE aconselhada pelo apóstolo Paulo: “Transformai-vos...”

Em que consiste essa transformação?

Não pensemos em aparência física, ou o lado exterior, porque essa também pode ter somente uma aparência de santidade, e isso seria hipocrisia. O que o apóstolo está nos falando é mude o seu interior – “pela renovação da vossa mente” 

Como é possível renovar a nossa mente?

Ame a Deus. Procure estar mais perto do Senhor e dos valores eternos. Dedique mais tempo a ler a Palavra, para ter conhecimento do que o Senhor tem a nos dizer.

Como deve ser esse amar a Deus?

“ Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento." Mateus 22:37

Percebemos que somos responsáveis por nossa mente. Se estivermos ligados ao Senhor Jesus, esse controle deve ser entregue ao Espírito Santo, pois só assim teremos a mente de Cristo. Se não o fizermos, estejam certos que Satanás o tomará. Lembrem-se que ele não tem o mínimo de escrúpulo e roubará o controle de nossas mentes, caso elas não sejam totalmente entregues nas mãos do Espírito Santo de Deus.

Se temos a mente de Cristo, então poderemos perfeitamente perceber quando estamos fazendo, participando, atuando, entrando na FORMAção de algo que está entristecendo o Espírito dEle. Ao primeiro sinal de perigo: Pare, retorne e Transforme-se! “Para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”

E qual é a vontade de Deus?

“O que Deus quer de vocês é isto: que sejam completamente dedicados a ele e que fiquem livres da imoralidade.”  I Tess. 4:3

Sou grata ao  Espírito Santo que me fez lembrar o quanto é perigoso nos conformar com as coisas que não fazem parte da nossa natureza, seja ela física e, mais especialmente falando, da nossa natureza espiritual já em processo de santificação. Portanto, me agasalhei, peguei uma escada e fui lá fora remover aquela mosca suja, porque eu quero uma vidraça límpida, sem manchas, sem obstáculos para admirar as maravilhas do mundo que Deus criou para mim, para minha alegria.

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração.

1 Reis 19 - Depressão...Como lidar com ela!

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 15:43

“E eis que lhe veio a palavra do SENHOR e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?” I Reis 19:9

Ao lermos esse episódio na vida do profeta Elias, muitos de nós nos identificamos com a situação que ele estava vivendo. Não é preciso muito esforço ou conhecimento de psicologia para percebemos os sinais de uma condição terrível chamada depressão.

Houve um tempo na minha vida em que eu pensava que depressão era uma questão de escolha entre ter ou não ter. Sim, há muito tempo atrás eu achava que pessoas que tinham Jesus como Salvador não passavam por essa situação, até que eu mesma fui atingida por esse estado de tristeza da alma, que se não tratada adequadamente pode nos ceifar o mais precioso bem que temos depois da salvação que é a nossa alegria de viver.

Nesse capítulo, vemos o profeta com medo, e a Bíblia diz que “para salvar sua vida” ele caminhou durante um dia no deserto e lá ele orou, pedindo para morrer.

Quem já passou ou está passando por depressão sabe muito bem que um sentimento de não se importar mais com nada inunda o ser da pessoa. A vida perde todo o sentido e a pessoa se deixa morrer aos poucos. Sorrir não é um sacrifício, mas antes é algo que não faz mais sentido algum.

Assim encontramos o profeta Elias, um homem que usado pelo Senhor já havia realizado milagres maravilhosos como testemunho do poder de Deus, mas que nesse momento de sua vida estava enfraquecido emocionalmente, e o adversário, sempre atento, estava alimentando esse sentimento de fraqueza colocando na mente de Elias pensamentos que não vinham do Espírito Santo do Senhor, tais como: medo, confiança em si mesmo para a solução, solidão e abandono, e, por fim, a idéia de morrer. Essa é a tática de Satanás para dar um basta a nossa atuação no plano que Deus tem para as nossas vidas.

Existem muitos aspectos a serem abordados nesse capítulo, mas vou me deter apenas em um deles. Há saída para a depressão pelo poder do nome de Jesus! Aleluia!

Nessa narrativa, podemos ver que Deus se importa conosco e Ele manda anjos para nos fortalecer. O Senhor fala conosco com sua suave voz no interior de nossas almas e nos pergunta: “O que você está fazendo aqui?” Em outras palavras: o que você está fazendo aqui nessas condições, porque aqui não é o seu lugar! Não foi para isso que você foi criado e muito menos não foi para isso que Jesus morreu em seu lugar.

Quantas vezes nos sentimos como Elias, reclamando de nossa condição, como se fôssemos os únicos no mundo a passar por dificuldades? Quantas vezes o inimigo usa essas circuntâncias para nos incutir pensamentos malignos de desconfiança e revolta contra o nosso Deus? Quantas vezes esse mesmo inimigo nos faz pensar que somos coitadinhos e que Deus não está nem ai para nós?

Mas Deus, como Pai paciente e amoroso, nos entende e nos mostra a solução, desde que nos agarremos a Ele e somente a Ele com toda a nossa força e fé.

Vemos que a solução não estava na mudança dos ventos e nem no abalo do solo nos pés de Elias. Muito menos no fogo. Ou seja, a solução não estava nas provações e tormentas desse mundo e Elias não deveria se deter a esses detalhes. Tão somente quanto ele ouviu a suave e mansa voz do Senhor, Elias abriu seu coração para o Senhor e expôs toda a sua angústia. O Senhor ouviu o desabafo de Elias e, pacientemente, renovou as forças de Elias de maneira que somente o Senhor pode fazer, para que ele recomeçasse sua missão em nome do Senhor. Não era tempo de morrer ainda. Somente Deus tem esse poder.

Como nosso Deus é maravilhoso, pois é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Da mesma maneira, ele tratou de mim quando atravessei esse vale da depressão. Para a honra e glória de Deus, vou relatar aqui o que aconteceu comigo.

Depois de estar em tratamento médico para depressão e estar tomando remédios fortes, um dia recebi um convite para ir a uma vigília de oração. Fui, porque mesmo durante esse tempo de tristeza eu não parei de orar e ler a Bíblia, pois eram as minhas armas contra o ataque do inimigo.

No momento da intercessão, a pessoa encarregada de orar, alguém que eu nunca havia visto na vida, me chamou e me disse no ouvido: “O Senhor me fala que há uma tristeza no seu coração que a perturba dia e noite, mas que hoje chega ao fim, porque Ele vai arrancar do seu peito essa angústia.” E, fazendo um gesto de como quem estava arrancando algo, ela orou em nome de Jesus e eu fui para casa.

Na manhã seguinte, ao abrir os olhos, senti gosto de café com pão e manteiga na minha boca. Eu estava com fome!! O que era para mim um milagre, pois já havia meses que não comia nada sólido, somente líquido, porque até o mastigar era um esforço sem prazer e sem razão. Levantei e comi, como Elias, e então, com as forças físicas restauradas teve início minha restauração emocional e espiritual também. Glória ao Senhor!

Portanto, queridos leitores, se há alguém nessa situação, busque ao Senhor de todo o coração. Entregue ao Senhor toda a sua amargura, converse com Ele. Abra seus ouvidos à suave voz do Espírito Santo, e repreenda toda a voz que não está de acordo com a natureza de Deus.

Tome atitudes de afirmação com relação a mudar. Acorde! Levante-se dessa cama! Saia desse quarto-caverna, e mantenha no seu coração e mente: "Posso todas as coisas nAquele que me fortalece." Filipenses 4:13

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração!


I Corintios 10:23 - Lícito x Conveniente

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 17:37

Essa semana, ao receber o jornal na minha caixa de correio, uma das chamadas dizia: Jovem desiste de disputar troféu...

Eu pensei: Que tipo de jovem desistiria de disputar a final de um campeonato estadual, quando tinha todas as condições favoráveis a seu favor? Depois de ler a matéria, conclui: um jovem que coloca em prática o que a Palavra de Deus ensina.

O esporte em questão é luta greco-romana e, para os que não conhecem essa modalidade, os adversários se atracam numa luta prensada, uma batalha corpo a corpo.

Quando no estádio o jovem tomou a decisão de não lutar contra seu oponente, uma jovem do sexo feminino, ele simplesmente perdeu todas as chances de se consagrar campeão. Diante de um fato tão inusitado, repórteres correram para indagar a razão de sua decisão, ao que ele respondeu: “É uma questão de consciência e de minha fé. Eu não acho conveniente lutar contra uma garota.”

Parei por alguns minutos e pensei nessa situação e depois de meditar, eu fiquei feliz, porque há esperança para a geração que vem atrás da minha. Mesmo diante de tanta incredulidade que assola os jovens hoje em dia, ainda há aqueles que, como Timóteo, estão sendo preparados e testados para dar continuidade à fé que receberam de seus avós, pais e tios. O rapaz em questão é membro de uma igreja evangélica onde seu pai é pastor. Ele teve a chance de testemunhar para o país inteiro, que o ensino da Bíblia é mais valoroso do que qualquer troféu aqui na terra. Não que exista um versículo na Biblia contra lutar contra meninas, mas lá no fundo do seu coração, na formação do seu caráter, os princípios bíblicos são encontrados e ele os consulta na hora de tomar decisões.

Não pense que foi fácil para esse jovem crente abandonar a competição e muito menos enfrentar as diversas críticas que vieram após sua decisão, como por exemplo falaram que fé não tem nada a ver e que ele estava era com medo de perder, etc e etc. Ataques não ao rapaz propriamente, mas a fé que ele professa.

Com tudo isso eu aprendi e agradeço a Deus a vida desse jovem e de tantos outros que batalham pela fé em Jesus Cristo, e que dão testemunho através do seu comportamento que “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convém...” I Corintios 10:23

E, a propósito, o nome do rapaz é Joel que significa Jeová é Deus!

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração!

Isaías 1:18 - ALVO MAIS QUE A NEVE

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 18:33

Eu vivo numa região do mundo onde por cinco meses todo o solo é coberto de neve. Certo dia, conversando com uma de minhas amigas da igreja, ela me disse que anseiava pelo verão, quando então poderia ser mais assídua às reuniões. Diante da minha cara de dúvida, ela me explicou que havia passado por uma cirurgia de transplante de córnea há alguns anos e o intenso brilho da neve feria seus olhos. Nem mesmo o uso dos óculos escuros, que todos usamos por aqui para dirigir no inverno, amenizava a sua situação, razão pela qual ela só podia vir à igreja com algum motorista disponível, pois assim durante o trajeto ela mantem os olhos fechados.


Quase que imediatamente ao relato dessa situação, um hino começou a ecoar na minha mente: "Alvo mais que a neve... Alvo mais que a neve... Sim nesse sangue lavado, mais alvo que a neve serei!" Quando aprendi esse hino há mais de 35 anos passados, eu não fazia a mínima idéia de quão branca a neve é. Eu sabia que era branca, e por associação imaginava branca como arroz, ou leite, ou um lençol, ou um lápis de cor branca, que eu nunca entendi porque vem na caixa de lápis. Mas, nenhuma dessas coisas imaginadas por mim conseguem chegar ao grau de brancura da neve assim que cai do céu. Como diz a minha amiga, é tão branca que fere a retina.

Especialmente após uma tempestade, eu gosto de andar pelo quintal e procurar interessantes esculturas na neve feitas pelo vento, tal qual fazemos com as nuvens, mas de todas as imagens que eu vejo na neve, uma é muito familiar e sempre a encontro: o meu coração. Isso mesmo. Eu não posso deixar de pensar no que diz a Palavra de Deus: "...ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; Isaías 1:18" Que maravilhoso milagre de transformação, somente possível devido a ação do amor de Deus revelado em Jesus.

Que Deus maravilhoso e misericordioso que está sempre de braços abertos para nos ouvir e nos consolar, quando nos achegamos a Ele com sinceridade de coração e lhe confessamos o pecado que destrói como ferrugem a nossa alegria de viver.

Que Deus maravilhoso que depois de nos ouvir com paciência nos perdoa em amor e nos dá a Paz que somente o Espírito Santo concede, com a certeza de que fomos perdoados, e nenhum acusador tem mais acesso ao nosso currículo, para apontar e condenar nosso passado.

Que Deus maravilhoso que mesmo quando o inimigo prega peças na nossa mente, nos fazendo sentir culpados pelos atos do passado, como se tivessemos que carregar uma corrente nos pés para nos marcar para sempre como devedores, Ele, o Deus Maravilhoso, se levanta e diz: AINDA QUE OS VOSSOS PECADOS SEJAM COMO A ESCARLATA, ELES SE TORNARÃO BRANCOS COMO A NEVE.

Amigo leitor, vá ao encontro desse Deus maravilhoso e converse com Ele. Peça perdão por seus pecados que mancharam a santidade do Senhor. Peça perdão por ter negligenciado tão grande Salvação, ao ficar remoendo seus atos do passado, como uma forma de penitência. "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." João 8:36. Jogue essa corrente que está presa ao seu calcanhar fora, porque ela ja foi quebrada por Jesus na cruz do calvário. Aprume-se, porque você, uma vez perdoado, está mais branco do que a neve e pronto para voar como as águias. "Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão." Isaías 40:31

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração!

Atos 5 - Uma Palavra Só!

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 20:57

"E o sumo sacerdote os interrogou, dizendo: Não vos admoestamos expressamente que não ensinásseis nesse nome? e eis que enchestes Jerusalém dessa vossa doutrina e quereis lançar sobre nós o sangue desse homem. Respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Importa antes obedecer a Deus que aos homens." Atos 5:27-29

Estou lendo o livro de Atos mais uma vez. Já perdi a conta de quantas vezes o li. O interessante é que cada vez que o leio, parece ser a primeira, pois sempre aprendo coisas novas e palavras que sempre estiveram ali ganham um brilho diferente. Quando isso acontece, paro e medito no brilho daquelas palavras.

Ao ler o capítulo 5 de Atos dos Apóstolos, no versículo 28, uma palavra, somente uma palavra, começou a brilhar diante dos meus olhos: "enchestes".

O nosso cérebro é uma máquina maravilhosa, no mesmo instante, muitas imagens relacionadas a palavra "encher" passaram na minha mente na velocidade da luz. Consegui segurar uma delas, a do pipoqueiro.

Sim, quando eu era criança, minha tia sempre parava para comprar pipocas na volta do parque. Como o dinheiro dela era pouco, ela só podia comprar um saquinho para nós duas. Sendo assim, nós tinhamos um pipoqueiro preferido, cuja carrocinha não ficava muito perto do nosso caminho, mas ele era o único que enchia o saquinho, eu fica esperando que ele batesse o saquinho na beirada da panela, para acomodar as pipocas e então abrir espaço para mais uma pá de pipocas quentinhas. Assim teríamos o suficiente para dividir entre nós duas. A maioria dos pipoqueiros não fazia isso, mas esse, em particular, fazia. Ele não era egoísta nem ganancioso. Essa imagem do pipoqueiro enchendo o saquinho jamais saiu da minha mente e tem me acompanhado por mais de 4 décadas...

O que essa pipoca tem a ver com a passagem da Bíblia? Muita coisa. No contexto de Atos 5, entendemos que a igreja primitiva estava começando seu trabalho de evangelização. Muita perseguição por parte dos oponentes a Jesus Cristo e a seus seguidores. No verso 28, vemos o sumo sacerdote interrogando Pedro e os apóstolos acerca da pregação que estavam fazendo a respeito da salvação em Jesus Cristo, através da qual, milhares de pessoas estavam se convertendo das trevas para a maravilhosa Luz. E é exatamente nas palavras do sumo sacerdote que encontrei uma lição para a minha vida. Ele acusou Pedro e os apóstolos de estarem enchendo Jerusalém com a doutrina de Jesus.

Parem para pensar um pouco: "Encheram Jerusalém?" Estamos falando aqui da populosa cidade de Jerusalém, que além de seus moradores, contava com um sem número de visitantes constantemente em movimento. Nessas palavras proferidas por um inimigo da fé em Jesus, vemos como foi eficaz o trabalho de propagação da fé em Jesus Cristo efetuado pela igreja primitiva. Em relativo curto tempo, os discípulo de Jesus encheram Jerusalém com a mensagem da Salvação.

E por que foi eficaz esse trabalho dos primeiros irmãos? Porque mantiveram perto do coração os ensinos do Senhor Jesus. "Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti." Sal 119:11
- Porque estavam cheios do Espìrito Santo, porque havia união, porque compartilhavam, porque tinham alegria em serem servos de Jesus, e porque tinham paixão pelas almas.

Tudo isso me fez parar e pensar se eu tenho me dedicado suficiente ao trabalho de "encher Jerusalém"... Será que eu tenho pelo menos enchido o meu lar, ou o meu local de trabalho, ou onde quer que eu me encontre com a palavra de Salvação em Jesus? Será que eu tenho sido como os apóstolos e discípulos da igreja primitiva, obedientes à tarefa deixada por Jesus? "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16:15

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração.

Marcos 6:3 - Nada não, graças a Deus!

Published by TALK ABOUT JESUS!!! under on 16:45
"
"Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele." Marcos 6.3


Nessa passagem tomamos conhecimento de como Jesus foi tratado quando visitou a comunidade onde crescera, após ter dado início ao seu ministério aqui na Terra. Após terem ouvindo Jesus ensinar na sinagoga, seus compatriotas e, provavelmente companheiros de infância, ficaram admirados pela sabedoria que Jesus demonstrava, pelo poder de cura que Jesus emanava, e até questionaram de onde teria vindo tudo isso.

Quando lemos essa passagem sem prestar bem atenção, podemos até concordar que seria motivo de surpresa realmente, um carpinteiro que havia crescido ali com eles, de repente, ser transformado num mestre e fazedor de milagres. Teriam eles razão de pensar assim? Sim e não. De se admirarem sim, por terem convivido com o Messias todos esses anos, de terem brincado com ele, de terem comprado utensílios que suas mãos fabricaram. Que privilégio! Mas de "pensar" assim como pensaram, não! Eles não tinham esse direito.

E de que forma eles pensaram? Não saberíamos essa resposta se não fosse pelo que nos fala Jesus no texto que abrange os versículos 4, 5 e 6: "com incredulidade" - Lembremo-nos que "o Senhor sonda os corações" Provérbios 21:2 - Não podemos determinar exatamente o que os levou a não crerem em Jesus: inveja? Preconceito? Mas a boca fala do que está cheio o coração. O que eles estavam querendo dizer era: Não, não é possível! Esse carpinteiro que trabalhava aqui nos fundos da casa, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão... agora quer que acreditemos que ele é alguém especial? Quer que o aceitemos como o Messias?

Foi uma incredulidade tão grande que Jesus ficou admirado e decidiu se retirar dali. E como consequência disso o Senhor não pode operar ali as muitas maravilhas que operara em outros lugares. Ou seja, perderam a bênção e ainda fizeram com que outros também a perdessem, porque Jesus saiu dali para outra localidade.

Há ainda um outro destaque nesse texto que gostaria de comentar: A reputação de Jesus! Ainda que movidos por sentimentos tão ruins e tentando reunir argumentos para provar que Jesus era somente um carpinteiro, seus compatriotas somente puderam falar o nome da profissão e citar os membros da sua família. Não havia nada, repito, nada que eles pudessem usar para denegrir a reputação de Jesus. Nem mesmo uma cadeira mal feita, ou um preço exorbitante, ou uma discussão com um cliente ou com um vizinho. Nada! Durante 30 anos, Jesus fez nada! Isso mesmo: Nada de mal! Quando Jesus iniciou seu ministério, ele estava com 30 anos, portanto, durante todo esse tempo seu testemunho na sua área de atuação foi perfeito. Que "nada" maravilhoso!

Portanto, queridos leitores, talvez você não se sinta qualificado para pregar do púlpito ou fazer palestras para milhares de pessoas, ou ainda escrever best sellers ou ser um missionário nos países distantes, mas com toda a certeza você tem a sua área de atuação, o lugar onde Deus colocou você para ser luz nas trevas, para dar testemunho do amor de Deus revelado em Jesus Cristo, nosso único e suficiente Salvador. Na sua casa, no seu trabalho, na sua vizinhança, na sua escola faça como Jesus. Dê o seu testemunho através do seu comportamento. Faça a diferença, sendo diferente. E quando perguntarem a você o que você tem feito ultimamente, responda com alegria que eles não poderão entender: Nada não, graças a Deus!

Que o Senhor a todos abençoe é a minha oração!

 

Seguidores

Só Jesus Cristo Salva!